sábado, 29 de novembro de 2014

“PREFIRO MORRER DO QUE PERDER A VIDA”


Chaves é o personagem que fez parte da vida de milhões de crianças, num programa que não tem idade, sem um traço de grosseria e que é novo até hoje; retratando a América Latina pobre, a criança desprotegida, sem família, e que vive todas as desigualdades sociais desse continente; ou seja, o Chaves representa todo menino pobre da sociedade latina.


Eu tinha mais ou menos uns dez anos quando comecei a assistir o seriado, gostei desde a primeira vez, até hoje dou risadas com os episódios. Durante vinte e cinco anos Chaves me fez sorrir; hoje ele me fez chorar. Mas de certa forma sinto-me privilegiado, pois tive a sorte de crescer assistindo sua genialidade. Chaves morreu, mas jamais perdeu a vida. Ele conseguiu uma façanha inédita: ser menino para sempre.

A América Latina está de luto. Infelizmente a eterna criança se foi. Um abalo para aqueles que como eu cresceram assistindo as trapalhadas do garoto do barril. Chaves foi uma espécie de amigo de infância, para mim é como se alguém muito especial estivesse indo embora.

 “Vaya con Dios Chavez”. Você foi nosso Shakespeare latino e deixará muita saudade.

sábado, 15 de novembro de 2014

SINRURAL PROMOVE A “XI CAVALGADA DURO NA QUEDA”


O Sindicato dos Produtores Rurais de Nova Ipixuna estará realizando nos dias 06 e 07 de Dezembro de 2014, a “XI Cavalgada Duro na Queda”, o evento equestre mais esperado do município novoipixunense, um tradicional acontecimento que vem reunindo centenas de adeptos em nossa cidade a cada ano.

A concentração dos cavaleiros será na noite do dia 06 no Parque de Exposição Aguilar Tedesco, onde será servido um saboroso churrasco, e um baile animado por cantores sertanejos fará a festa ao vivo, acompanhada de muita gente bonita e muita alegria.

No dia 07 será servido um delicioso café da manhã para todos os participantes e logo em seguida iniciará a grande cavalgada que contará com a participação de cavaleiros e amazonas de toda região percorrendo a zona rural de Nova Ipixuna.

“XI Cavalgada Duro na Queda”. Você não pode ficar de fora dessa.




terça-feira, 9 de setembro de 2014

POLÍTICA E RELIGIÃO: UMA MISTURA PERIGOSA


Por: Agmael Lima


Em tempos de campanhas eleitorais não é incomum presenciar igrejas diversas transformarem seus púlpitos em verdadeiros palanques politiqueiros. É no mínimo curioso ver um político usar da religião para chegarem ao poder, assim como é extremamente nocivo um líder religioso permitir que “seu templo” seja transformado num espaço de disputa política.

Para mim política e religião são coisas totalmente diferentes uma da outra, e isso fica bem claro na célebre frase de Jesus Cristo que ao ser questionado pelos judeus se deveriam ou não pagar impostos a César, disse: "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus". Essa frase é a maior demonstração da separação entre o mundo da espiritualidade a o mundo da materialidade, ou seja, a clara separação que deve existir entre o Estado e a religiosidade.

Misturar política com religião pode ferir o estado laico, pois sempre que isso ocorre, pode ser confundido como um ataque à fé e ao idealismo político das pessoas. Na verdade essa mistura nunca deu certo e para se ter uma ideia na Idade Média, conhecida como “Idade das Trevas” política e religião eram praticamente a mesma coisa e essa mistura foi responsável por milhares de assassinatos “em nome de Deus”, onde qualquer um que se opusesse ao poder daquela época, era morto em nome do Criador, o que culminou num dos atos mais obscuros e sangrentos da nossa história: a “Santa Inquisição”.

Outro exemplo atual de conflitos político/religioso é a chamada “Guerra Santa” ocorrente no Oriente Médio, num confronto quase que eterno entre o Judaísmo e o Islamismo, religiões que vem de um mesmo patriarca: Abraão. Da genealogia deste surgiram os conflitos entre dois povos que reivindicam a mesma terra. A fé Islâmica cresce nesse cenário de vingança contra os Judeus que por sua vez se fortalecem em busca de vitória diante desse confronto regado a ódio e fé e que arrasta milhões até o conflito armado. A “Guerra Santa” é um dos mais claros exemplos de que alguns governos usam a religião para enganar a população, ou seja, usa da religião para justificar sua ideologias políticas.

Uma das mais importantes conquistas democráticas no mundo contemporâneo é a separação entre religião e política. Mas vejo que os “religiosos” de hoje, ao se manifestar politiqueiramente podem estar estimulando o Brasil a viver seu período de trevas. Para mim, as relações políticas, sociais, cívicas, não podem ser orientadas pelas opções religiosas. Por outro lado a política não deve ser vista como o império do mal, e muito menos a religião deve ser expressada como o bem absoluto, pois ambas quando prisioneiras de raciocínios fanáticos, tendem a gerar o absolutismo.

No meu ponto de vista a política não deve mandar na religião, assim como a religião não deve mandar na política. Transformar o altar em palco de comícios é algo reprovável, pois usar da fé de seguidores para se beneficiar politicamente é uma ação totalmente antirreligiosa, ou seja, foge dos princípios da verdadeira religião. 

sábado, 30 de agosto de 2014

NOVA IPIXUNA: RAIO CAUSA CURTO-CIRCUITO EM TRANSFORMADOR E PROVOCA INCÊNDIO EM HOTEL

Por Agmael Lima



Um raio ou relâmpago é talvez a mais violenta manifestação da natureza. Essa afirmação pode ser constatada depois da forte chuva com raios e trovoadas que atingiu Nova Ipixuna na manhã deste sábado (30), provocando um incêndio com proporções catastróficas à Pousada San Diego localizada na Avenida Tocantins. De acordo com uma funcionária do Hotel, o fogo começou por volta de 09:30 da manhã.

Segundo informações colhidas no local o fogo começou devido à queda de um raio que atingiu um transformador frente ao hotel citado. A equipe do Blog “Nova Ipixuna Online” esteve no local e constatou o desastre, bem como os notórios prejuízos aos proprietários do estabelecimento atingido.

Felizmente não houve feridos e o fogo já foi controlado com a ajuda de populares que compareceram em massa ao local do incêndio. Devido o ocorrido boa parte da cidade de Nova Ipixuna encontra-se sem o fornecimento de energia elétrica.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

INFLAR MARINA FOI O MAIOR TIRO NO PÉ QUE A MÍDIA JÁ DEU




Por Agmael Lima 



Para mim Marina é uma aposta de extremo risco. A mídia, ao inflá-la como inflou logo após a morte de Eduardo Campos, deu um tiro de canhão no próprio pé. A mídia imaginava que fazendo isso, ela ganharia alguns pontinhos nas pesquisas, mas não mais do que o suficiente para provocar um segundo turno entre Aécio e Dilma. 


A Marina é um enigma muito grande, tão determinada e dona de uma solução absoluta, que não parece normal. Quem sabe uma pessoa de carne e osso me convença mais? O candidato tem que ter consciência de que a luta vai ser grande, e que o compromisso tem que ser real. E que governe pelo povo e para o povo, pois é disso que precisamos. 


A velha imprensa brasileira não a levou Marina a sério. Não imaginou que ela cresceria tanto. Sequer percebeu que Aécio seria o maior prejudicado. Isso é uma prova que a mídia tucana não conhece o eleitorado brasileiro. Conhece-o tão pouco quanto o próprio PSDB. A campanha nauseante de “santificação” que fizeram para Marina comprova essa tese. 

De todo modo, espero que a onda passe e que o destino do país não seja definido pelo cadáver de alguém que não havia se explicado o suficiente em vida. Agora, a mídia terá que desconstruir o que fez para recriar Aécio novamente. Será que ainda dá tempo?

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

OS ARAUTOS DO CAOS E O OPORTUNISMO

Por Agmael Lima

A trágica e lamentável morte de Eduardo Campos trouxe do lixo manifestações que ultrapassam qualquer limite de estupidez, paranoia e desumanidade onde alguns psicopatas de plantão tentam transformar a tragédia em piadas de mau gosto, trazendo do lixo manifestações que ultrapassam qualquer limite do oportunismo.

Esse calamitoso acidente tem feito da internet uma espécie de divã para todo tipo de pessoas com perfil psicológico duvidoso. São afirmações alucinógenas, simulações, inabilidade de dialogar e aceitar contrariedades, amargura, despeito, comportamento histriônico, pensamentos ineficientes, empatias, fanatismos e crenças estúpidas. 

São condições de absoluta anormalidade ou comprometimento de ordem psicológica, mental ou do modo perceber e interpretar o mundo e a si mesmo. Infelizmente há pessoas que ainda vivem como se viviam na sociedade medieval, e ficam aguardando uma tragédia para criar suas barbáries estúpidas numa completa pobreza de espírito.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

ENQUANTO O BRASIL ESTÁ DE LUTO OS ABUTRES DO OPORTUNISMO POLÍTICO FESTEJAM

Por: Agmael Lima

Enquanto o Brasil inteiro está de luto pela morte do candidato a Presidente Eduardo Campos os abutres do caos fazem piadas de mal gosto no intuito de atingir o Governo Federal ou desejar que o acidente tivesse acontecido com a Presidenta Dilma Roussef, aproveitando de um momento de dor para promover a mal cheirosa profecia da difamação política partidária.

Infelizmente em ocasiões como essa, nos deparamos com algumas das piores espécies de pessoas, aquelas que não tem compaixão nem amor ao próximo, sem o mínimo senso de humanidade, calunia e aproveita o momento de tristeza para todos, independentemente de partido ou ideologia, para difamar e levantar suposições fantasiosas.

Certas pessoas esquecem que as vítimas do fatídico acidente são seres humanos e que também possuem famílias. É triste ver essa desumanização, pois em vez de lamentar a morte de alguém tão jovem, pai e político com uma carreira ascendente, desejam culpar algum adversário político apenas por questões pessoais.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

ANULADO O JULGAMENTO DO FAZENDEIRO ACUSADO DE MANDAR MATAR AGROESTRATIVISTAS EM NOVA IPIXUNA


Por: Agmael Lima

A seção desta terça-feira (12), da Primeira Câmara Criminal de Marabá, anulou por unanimidade o julgamento que absolveu o fazendeiro José Rodrigues Moreira, acusado de mandatário do homicídio do casal de extrativistas, Maria do Espírito Santo e José Cláudio Ribeiro, crime ocorrido em 24 de maio de 2011, na zona rural de Nova Ipixuna, no sudeste paraense.

O Ministério Público acolheu o argumento destacando que durante sessão do júri as testemunhas ligaram o réu a autoria do crime onde as provas indicam que a disputa por terra motivou o crime, onde as vítimas ganharam a inimizade do réu por denunciarem a irregularidade na compra de terras destinadas a assentamento de agricultores, o que culminou em ameaças violentas feitas pelo acusado.

Perante essas circunstâncias, a relatora a Nadja Nara Cobra Meda anulou o julgamento e decretou a prisão preventiva do fazendeiro, baseada no Artigo 312 do Código de Processo Penal, que permite que medidas como essas sejam aplicadas quando houver ameaças à ordem pública, à garantia da instrução penal e à aplicação da lei.

Também foi requerido pelos apelantes a anulação do julgamento dos executores do crime, Alberto Lopes do Nascimento e Lindonjonson Silva Rocha, condenado, a 45 anos, e 42 anos e 8 meses de prisão respectivamente, mas a relatora manteve a condenação dos mesmos.

MORRE GERCÍLIO GOMES PEREIRA UM DOS PIONEIROS DESPORTISTAS DE NOVA IPIXUNA



Por: Agmael Lima

Faleceu na madrugada desta terça-feira (12), em decorrência de um acidente vascular cerebral, uma das figuras mais conhecidas do pioneirismo desportivo novoipixunense, o senhor Gercílio Gomes Pereira. Ele era maranhense, viúvo, tinha 75 anos e era morador do município de Nova Ipixuna desde o ano de 1980. 


Por muito tempo foi presidente do GGP um clube futebolístico de grande prestígio da década de 80 e que por várias vezes sagrou-se campeão municipal de futebol em Nova Ipixuna.

Seu Gercílio, como era conhecido, tinha como marca sua personalidade forte e destacava-se na simplicidade, na autenticidade, na sinceridade e na disciplina e deixa um legado, uma história como homem e cidadão de Nova Ipixuna, uma cidade que ele ajudou a construir. 

O velório acontecerá na sua própria residência localizada no bairro central de Nova Ipixuna, local em que ele morou durante anos. Ainda não há informações sobre seu sepultamento. Seu Gercílio deixará muitas saudades aos quatro filhos, familiares e amigos.

Em decorrência deste falecimento, o Prefeito decretou nesta terça e quarta-feira, dois dias de luto oficial no município de Nova Ipixuna.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

SANTANDER: ME ENGANA QUE EU GOSTO


Por Agmael Lima*

O presidente mundial do Banco Espanhol Santander, Botín, tentou minimizar a responsabilidade da instituição em torno do vazamento de um extrato onde o banco aponta que a economia brasileira corre sérios riscos caso a presidente Dilma Rousseff se reeleja. De acordo com ele a responsabilidade pelo informe "não é do banco, mas de um analista"; ele também disse que foram tomadas providências internas para avaliar o caso e que os envolvidos serão demitidos.

No meu ponto de vista, qual o grau de confiabilidade que devemos ter em um banco desses? Para mim ao admitir isso ele está mostrando que o sistema de segurança do banco é fraco, o que deveria ser seguro para não permitir que qualquer um faça o que bem entender. Com essa desculpa esse sujeito só assinou seu atestado de incompetência.

Querem colocar a culpa no analista tentando tirar “o deles da reta” com esta desculpa esfarrapada. Analista não manda em banco quem manda no banco é o banqueiro. Este senhor está nos chamando de estúpidos quando faz uma declaração dessas.

O que eu não entendo é o porquê desse mesmo analista não dizer o que está acontecendo na economia dos países europeus. O mundo interior entrou em colapso de alguns anos para cá. O Brasil conseguiu se safar de todos esses tsunamis. No meu modo de pensar o Santander já faliu a Espanha e agora quer sugar os brasileiros e falir o Brasil, ou seja, os especuladores que ajudaram a arrebentar a Espanha, querem agora arrebentar o Brasil. Com desculpas ou sem desculpas, com demissão ou sem demissão o banco deve arcar com as consequências dos atos de seus gestores irresponsáveis.

Para mim há um enorme jogo de interesses político partidário de Direita nesse episódio. Só acho estranho é que no fim da Era FHC, quando o pais estava quebrado, mendigando e se humilhando para o FMI, desemprego e inflação lá no alto, dólar acima de R$ 4,00 (quatro reais), dívida externa nas alturas, a elite econômica aterrorizava a população com a possível vitória do Lula, e agora depois de três governos petistas, que deram solução a todos estes problemas, o discurso ainda é o mesmo. Acho que estão dando ótimos materiais para campanha da Dilma explorar no programa político obrigatório no rádio e na TV que começará em breve.

Quanto ao Banco Santander, que vá dar palpites no seu país a Espanha que está no fundo do poço.

*O autor é Professor, Poeta, Músico, Filho/morador da cidade de Nova Ipixuna-PA.
Contatos:
E-mail: agmael2011@gmail.com
Watsapp: 94 91761761

Blog: http://novaipixunaonline.blogspot.com.br/

segunda-feira, 21 de julho de 2014

PROTESTAR NÃO É VANDALIZAR

Por: Agmael Lima*

Com a negativa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aos pedidos de Habeas corpus para vinte e três ativistas presos por promover violência em protestos, há uma forte crítica por parte dos membros dos Direitos Humanos que busca formas de dar liberdades aos envolvidos nesses atos de vandalismo.

O incrível é ver os Direitos Humanos pregar que esses garotos não fizeram nada de grave e ainda trata-los como heróis que abriram mão da vida deles para lutar nas ruas. Os presos por vandalizar nos protestos são acusados de causar prejuízos públicos e privados, além de provocar a morte de um jornalista durante as manifestações no início desse ano, numa tragédia que gerou grande repercussão e mobilizou a opinião pública.

Para muitos esse episódio não passa de uma fatalidade. Para mim fatalidade é quando um raio cai em alguém e esse acontecimento no meu ponto de vista foi um assassinato. Por isso é preciso estar atento para aqueles que, infiltrados entre os manifestantes, promovem atos de vandalismo e causam muitos prejuízos, pois o oportunismo de pessoas de má índole é responsável por uma conta extremamente cara que é repassada à população.

Há algum tempo o povo tem ido às ruas em todo o Brasil para reivindicar melhores condições de vida exercitando o direito democrático de protestar que está assegurado pela Constituição Brasileira, mas isso não dá o direito a ninguém destruir patrimônios.

Protestar é cobrar de forma pacífica e ordeira, respeitando os órgãos públicos e as propriedades privadas, além de ser uma maneira inteligente de expressar a formação de opinião de todo cidadão, é também uma forma de expressão de uma sociedade organizada que sabe lutar por seus direitos junto aos seus governantes. Jamais podemos permitir que pessoas de mal intencionadas manchem um esforço tão grande pelo bem na nossa sociedade.

Vandalizar é uma atitude reprovável e ridícula vinda de pessoas motivadas pelo senso de ignorância e destruição, que procuram de forma maldosa e sem caráter, desviar o sentido principal de uma manifestação, com atitudes que a sociedade com certeza repudia.

No meu ponto de vista, quem comete ato de vandalismo tem uma dívida com a sociedade e enquanto não houver severas punições a esses bárbaros vai continuar as depredações. Depredar é crime contra o patrimônio e quem o pratica deve ser punido. Sou radicalmente contra o vandalismo e a favor de cadeia para os vândalos.

21/07/2014
*O autor é Professor, Poeta, Músico, Filho/morador da cidade de Nova Ipixuna-PA.
Contatos:
E-mail: agmael2011@gmail.com
Watsapp: 94 91761761

Blog: novaipixunaonline.blogspot.com

BANCO DE DESENVOLVIMENTO: AVANÇAR É PRECISO

Por: Agmael Lima*

Com o objetivo de financiar projetos de infraestrutura em países em desenvolvimento, os chefes de Estado de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS), assinaram um tratado para a criação de um banco de desenvolvimento. O evento aconteceu durante a reunião de cúpula em Fortaleza em 15 de Julho de 2014.

O NBD (Banco de Desenvolvimento), já nasce grande com um capital inicial de US$ 50 bilhões, divididos igualmente entre os membros fundadores, sendo que esse valor pode chegar a US$ 100 bilhões, beneficiando não somente os países membros do BRICS, mas também países pobres fora dessa instituição que foi criada no início da década passada para designar nações emergentes com foco de crescimento econômico no mundo e que pudesse atrair a atenção dos investidores.

Essa é a primeira vez que países emergentes criam uma instituição desse porte afim de desenvolver ações com objetivo de incentivar soluções para problemas históricos, principalmente na área de infraestrutura.

Para mim o mais importante em tudo isso é que o NBD atenderá as necessidades e interesses de outros países, sem depender exclusivamente do Banco Mundial.

Boa parte da sociedade brasileira ainda não se deu conta da grandiosidade da fundação do Banco de Desenvolvimento, mas essa ação coloca o Brasil como um emergente de grande potencial. O Brasil está se projetando no cenário externo criando a possibilidade real do país avançar definitivamente para o futuro. A esperança é que logo seremos um país desenvolvido, soberano, igualitário e rico.

* O autor é Professor, Poeta, Músico, Filho/morador da cidade de Nova Ipixuna-PA.
Contatos:
E-mail: agmael2011@gmail.com
Watsapp: 94 91761761

Blog: novaipixunaonline.blogspot.com

segunda-feira, 14 de julho de 2014

“OS CÃES LADRAM; A CARAVANA PASSA” *

Por Agmael Lima **


Chegamos ao final da Copa do Mundo no Brasil e mesmo com o fracasso proporcionado pela nossa Seleção, ficou um legado a ser comemorado no âmbito econômico e de negócios, apesar de a oposição e setores da mídia nos últimos meses terem apostado no fracasso desses aspectos que apontava para um panorama sombrio, com protestos, greves e problemas de infraestrutura. O que aconteceu foi exatamente ao contrário, pois diversos dados consolidam o sucesso da Copa do Mundo no Brasil.

Segundo dados a Copa deve somar cerca de R$ 30 bilhões à economia brasileira e também foi responsável pela geração de um milhão de empregos durante o evento. Sem falar que o sucesso da mesma fará turistas voltarem ao Brasil, numa expectativa milhares de novos visitantes nos próximos anos. Essa Copa foi uma grande vitória para o Brasil e serviu para desmentir todos aqueles que só faziam a previsão de que a Copa não daria certo em termos de organização, desejando que isso acontecesse por razões de ordem política, criando um mau humor na população.

Reforçados pela grande mídia brasileira, diversas pessoas como cães raivosos, usando insultos descivilizados e despidos de qualquer respeito, as vezes agindo avessos aos bons costumes, despejaram as mais repugnantes ofensas de baixo calão ao Governo brasileiro na intenção de enfraquecê-lo. No meu ponto de vista não atribuo tais ofensas à “falta de educação”, mas sim ao ódio por não admitirem que um ex-operário ou uma mulher sobrevivente da Ditadura Militar pudesse governar o Brasil, priorizando a implantação de políticas afirmativas direcionadas às mulheres, aos investimentos em construção de moradias populares, na agricultura familiar, na construção de universidades federais e centros de ensino tecnológicos e outras política de inclusão que vem sendo implantadas e tantas outros avanços que fazem que esses dois consigam o reconhecimento por grande parte da nossa população.

Protestar é preciso, é necessário. Mas deve ser feito de forma que não se ultrapasse os limites do respeito pessoal. Mas muitos promovem em seus protestos uma verdadeira baixaria vendo na mesma uma enorme oportunidade de demarcar as regras de uma disputa política, proferindo atitudes que eles jamais admitiriam em suas próprias residências.

Muitos ainda pensam que xingamentos, ofensas à dignidade alheia, gestos desrespeitosos e insultos à reputação das pessoas é Democracia. Para mim esse tipo de pessoas ao agirem assim estão endossando a liberdade para que seus filhos e netos possam desmoralizar os professores, os avós, as mães, os pais, ao vizinhos, os policiais, os juízes, as autoridades, e qualquer outra pessoa que os desagradem.  Isso para mim é confundir a Democracia com o "tudo pode".

Nunca devemos nos esquecer que a Presidenta Dilma Rousseff foi eleita democraticamente. Portanto, os cidadãos brasileiros deve ter o entendimento de que se não está concordando com a forma com que ela está conduzindo o governo, a melhor maneira de criticar é votando de acordo suas vontades. Isso vale para aqueles que não sabem criticar sem que não haja ofensa pessoal.

E se a alguém ainda reste alguma dúvida de que essa Copa foi um fracasso para o nosso país, basta perguntar aos trabalhadores da construção civil; às agências de turismo, camareiras, donos de hotéis e empregados; perguntem também aos engenheiros, mestre de obras e pedreiros que trabalharam nas construções dos estádios; perguntem aos tradutores, aos comerciantes das cidades invadidas por turistas do mundo inteiro, essas pessoas falarão se a Copa foi ou não um mau negócio.

O que eu vejo é que quanto mais é vítima de baixaria, a Presidenta Dilma Rousseff se agiganta e conquista a solidariedade de pessoas que não possuem a alma sedenta pelo oportunismo político. Não importa o barulho que façam os cães, a caravana deve seguir o seu caminho, sem se esquecer que há uma estrela a ser seguida. Uma caravana é feita de gestos, de sonhos, de atitudes, de longas vivências, de cumplicidades, de sentimentos fortes, de amizade, de amor e de desejos.

Os incapazes são como cães raivosos a latir e não se conformam com o sucesso dos que tomam atitudes responsáveis. Não importa o latidos, não importa o barulho que fazem, a caravana deve seguir seu rumo, apesar dos cães.

* O título deste texto reproduz um provérbio árabe bastante conhecido.
** O autor é Professor, Poeta, Músico, Filho/morador da cidade de Nova Ipixuna-PA.

Contatos:
E-mail: agmael2011@gmail.com
Watsapp: 94 91761761

Blog: novaipixunaonline.blogspot.com 

sexta-feira, 27 de junho de 2014

GOLEADA NO PESSIMISMO



Por Agmael Lima*

Desde o início deste ano de 2014 até a abertura da Copa do Mundo, a imagem do Brasil foi alvo de um ataque de histeria por boa parte da mídia nacional e internacional, o que consequentemente incentivou grande parte da população brasileira a manifestar contrariamente à realização desse importante evento que regado ao grito ensurdecedor do “não vai ter copa”, buscou principalmente ironizar o governo brasileiro e manchar o nome do nosso país lá fora, passando com terrorismo a ideia de que o Brasil está em guerra contra a realização da Copa.

Sabemos que no nosso país muita coisa que precisa ser mudada principalmente nas áreas de políticas públicas, no sistema de ensino, distribuição de renda, segurança, saúde, e que haja oportunidades iguais para todos, além de reformas políticas e econômicas e reforma agrária, mas sabemos também que esses problemas não seriam resolvidos de um dia para a noite se por acaso não houvesse Copa no Brasil.

Na verdade o que se pode notar claramente é que mal se iniciou a Copa, o apocalíptico e tsunâmico fim do mundo que fora anunciado simplesmente não aconteceu e ao invés do caos anunciado o Brasil deu uma goleada no pessimismo mostrando aos turistas vindo dos quatro canto do planeta uma grandiosa eficiência no sentido de organização e hospitalidade.



Estádios e aeroportos ficaram prontos, voos acontecem sem atraso, os hotéis estão lotados de turistas, tudo está sobre controle, tanto para as seleções como para os nossos visitantes. O grito do “não vai ter copa” foi substituído pelo verde e amarelo colorindo as ruas, estádios e rincões de cada canto do país que vibra com cada apresentação da nossa seleção.

Não nos deixemos levar pelo engano, pois existem leis que obrigam o Governo a aplicar uma percentagem definida dos recursos em educação, saúde, segurança pública, etc. Portanto esses boatos que foram desviados recursos disso ou daquilo é politicagem barata. E se houve irregularidades que se busquem penalizar os culpados.

Como brasileiro e amante do futebol, entendo que a Copa do Mundo é o evento mundial mais importante da atualidade, e o país que o realiza, pode ser considerado um grande país. Portanto, sejamos mais patriotas participando com orgulho dessa oportunidade única que nos é oferecida.

*O autor é Professor, Poeta e Filho/morador da cidade de Nova Ipixuna no Pará.
Contatos:

Watsapp: 9491761761

sábado, 31 de maio de 2014

NOVA IPIXUNA: BANDO EXPLODE CAIXA ELETRÔNICO DA AGÊNCIA DO BRADESCO

Por: Agmael Lima
 
A pacata Nova Ipixuna localizada no sudeste paraense amanheceu assustada depois de uma ação criminosa ousada onde a única agência bancária do Bradesco localizada na Avenida Tocantins, no centro comercial da cidade, foi alvo de bandidos na madrugada deste sábado (31).

A equipe do Blog “Nova Ipixuna On-line” esteve no local e obteve informações de que o ocorrido aconteceu por volta das quatro horas da madrugada onde os bandidos colocaram explosivos no caixa eletrônico, o que culminou numa devastadora explosão destruindo todo terminal bancário.

Durante a manhã deste sábado as proximidades do acontecimento virou "ponto turístico", lotado de moradores que foram conferir os estragos causados pela explosão da agência bancária. A polícia isolou as áreas para o trabalho da perícia.

Até o momento não se sabe quantos bandidos participaram da ação e a quantia de dinheiro que foi levada. Ainda são poucas as informações sobre o acontecimento e assim que tivermos mais informações estaremos divulgando.

 A ação deixou moradores assustados.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

O FIASCO DO JUSTIN “BIBA”

Por: Agmael Lima – 11/11/2013

O Brasil é uma República de Bananas conhecido mundialmente como a Casa da Mãe Joana. A impressão que se tem é que aceitamos com muita ingenuidade qualquer ação praticada por gringos que nos desrespeitam e desmoralizam, enquanto lá fora somos tratados como marginais. As atitudes do Justin Bieber em nosso país na semana passada foi uma prova de que muita gente aceita a imoralidade praticada contra nossa gente com a maior naturalidade.

Há atitudes, falas e expressões que não dizem nada a que veio e que não agregam valores. Confesso que muitos modos desrespeitosos como cuspir em fã, deixar o palco, pichar muro, praticada pelo cantor Justin Bieber não me representam. Não o vejo como um exemplo a ser seguido, mas sim como um adolescente mimado, dotado de um besteirol generalizado, afetado por um narcisismo sem graça e muita falta de semancol. Um jovem indisciplinado e transformado num péssimo exemplo para os adolescentes e jovens que o seguem. Para mim ele passou de menino prodígio a adolescente problema.

Acho muito bonito um amor de fã, e mais bonito ainda o reconhecimento do ídolo por esse sentimento tão puro. Coisa que o Bieber não expressou com suas fãs brasileiras. Ele tinha que vir ao Brasil para mostrar seu trabalho e não para fazer baderna e querer pisar nas pessoas que demostram carinho por ele, afinal de contas é do carinho dos fãs que ele vive.

O classifico como um artista mimado que acha que o mundo gira ao seu redor. Para mim ele é apenas mais um artista de um único hit, uma música conhecida por todo mundo, inclusive por quem não é fã e não acompanha sua carreira: “Baby”.

Justin Bieber se destacou por ser bonitinho e ter feito sucesso muito novo, mas artisticamente é apenas um moleque com um conceito mercenário concebido por gravadoras como um produto descartável para ganhar dinheiro fácil e rápido, usando apelos da beleza, do visual e do marketing aliado a canções pops de refrões chicletes, em harmonias simples de fácil assimilação, para um público infantil e pré-adolescente que são alvos fáceis por serem pessoas ainda em formação, sem vivência, experiência e argumentos para questionar e analisar o conteúdo artístico, a qualidade e as atitudes do artista. E assim segue o mercado transformando seres estúpidos e arrogantes em suas celebridades amadas e idolatradas.


No meu ponto de vista, a partir do momento em que a pessoa se torna artista, tem que saber lidar com os altos e baixos da fama, com o assédio dos fãs, com o fato de não ter mais uma vida privada sossegada. Ser um artista foi uma escolha que o Justin Bieber fez. Sinceramente, ele não é merecedor do sucesso que tem.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

MAIS MÉDICOS: PARÁ RECEBE MAIS 142 PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Por: Agmael Lima

Esta semana mais 142 médicos desembarcaram no aeroporto da Base Aérea de Belém. Eles compõem o contingente do Programa Mais Médicos do Governo Federal e irá atender  em 58 municípios paraenses, além de 3 distritos indígenas do estado.
O Programa “Mais Médicos”, foi lançado em 8 de julho deste ano pelo Governo Federal, com o objetivo de ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país que não despertaram o interesse de profissionais brasileiros.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

NOVA IPIXUNA: DIA DA INDEPENDÊNCIA É COMEMORADO EM GRANDE ESTILO

João Brasil foi um dos destaques do desfile
Por Agmael Lima

A Proclamação da Independência no Brasil completou 191 anos neste dia 07 de setembro. Esta é uma data que está dentro do calendário de vida de cada um dos brasileiros, fazendo parte da nossa programação cultural sujeitando-nos à nossa história, em forma de patriotismo, onde milhões de brasileiros ganham as ruas na ânsia de celebrar mais um ano de nossa democracia, renovando as esperanças e conquistas que caracteriza o ser humano como cidadão, o nosso direito de ter uma “Pátria Nossa”.

Deputado Wandenkolk Gonçalves, João Brasil e o Vereador Filho
Com bases nesse amor patriótico, e com o tema: “Minha Cidade: Meu Passado, Meu Presente, Meu Futuro”, Nova Ipixuna foi palco de uma programação festiva e um desfile cívico que marcou a grande comemoração na nossa independência na tarde deste domingo (08) com a participação das escolas de todo município e a participação especial de autoridades, personalidades, e cidadãos ligados à história do seu povo, com destaque para o escritor e fundador de Nova Ipixuna João Brasil Monteiro que desfilou com a bandeira municipal, e para o Deputado Federal Wandenkolk Gonçalves, além do Prefeito, do Vice-prefeito e vereadores do município. Outros destaques foram: a homenagem aos funcionários pioneiros da EMEF Maria Irany; aos artistas locais, às igrejas, associações e entidades.
Professores e Coordenadores de escolas com o  Vereador Maranhense


O desfile cívico foi organizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Educacional (SEMUDED), e contou com a colaboração de todas as secretarias municipais, além da Prefeitura Municipal de Nova Ipixuna.


domingo, 28 de julho de 2013

SAI A LISTA DOS FINALISTAS DO “V FESTIVAL DA MÚSICA POPULAR PARAENSE” ETAPA DE MARABÁ




Por Agmael Lima

Os classificados de Marabá se reuniram para definir o sorteio da ordem em que os intérpretes se apresentarão na próxima quinta-feira (1).

Os 12 selecionados para a etapa Marabá do “V Festival de Música Popular Paraense” se reuniram na tarde de da última quinta-feira (25) na sede da RBATV em Marabá com o coordenador do evento Marco Antônio Souza. Os nomes dos classificados foram divulgados no jornal DIÁRIO DO PARÁ, e a reunião com o coordenador foi para determinar os preparativos da próxima etapa, que acontecerá no dia 1.º de agosto na Praça São Félix, às 20h.

A reunião foi para definir a ordem em que as músicas serão apresentadas assim como a data dos ensaios, que serão na próxima segunda e terça-feira.

ORDEM DA APRESENTAÇÃO DAS MÚSICAS

1 – Música: Vou cuidar de mim – Júlio César Oliveira de Souza (autor e intérprete), Sertanejo

2 – Música: Que seja assim – André Luiz Alho Almeida (autor) Maria Nilva Burjack Barcelos (intérprete), Samba

3 – Música: Eu não sou pra casar – Diego Aquino Cavalcante Gonçalves (autor e intérprete), Carimbó-afro

4 – Música: Nova geração – Andrei Ramos dos Santos (autor) e Diego Riedeo (intérprete), Hard-Rock

5 – Música: Antologia Paraense – Deuza Lima (intérprete) Agmael Lima (autor), Carimbó

6 – Música: Pátria Amada – Maria Nilva Burjack Barcelos (autor e intérprete), MPP

7 – Música: A voz dos campos – Juciê Cardoso da Silva (autor e intérprete), Carimbó

8 – Música: Antes do fim – Helbert Braz Fernandes (autor) e Edison Soares (intérprete), Mambo

9 – Música: Brasileiros – Jaivânia Batista Araújo de Souza (autor e intérprete), Regional

10 – Música: Você sabe – Rodrigo Barjonas da Cruz Rodrigues (autor e intérprete), Rock Pop

11 – Música: Por causa da precisão – James Souza de Araújo (autor e intérprete), Xote

12 – Música: Fornalha – Clauber dos Santos Martins (autor e intérprete), Rock.